China

China

ago 23, 2014

Trânsito caótico, poluição, sem google, pessoas com máscaras, comida sendo preparada na calçada, shoppings vazios e feiras lotadas, ausência de pombos, templos fechados e muita, mas muita gente nas ruas!

Beijing é tudo que esperávamos e muito mais.

Em Beijing e Shanghai, andamos muito de metrô, que é eficiente, barato, moderno, limpo e fácil de usar. Todas as estações têm informações em inglês.

Ficamos 3 dias em Beijing.

Beijing

DSC 1145 300x225 China

A Cidade Proibida é o complexo arquitetônico mais majestoso da China. Diz-se que ela possui 9.999 cômodos. Uma obra imponente com inúmeros detalhes. São muitos palácios e jardins, todos em harmonia com os princípios do yin e do yang.

DSC 1148 300x225 China DSC 1155 300x225 China DSC 1167 300x225 China

Comemos muito bem. Muitos espetinhos, arroz, legumes, noodles, frango, omeletes, tudo bem apimentado e bastante chá gelado, ah, e o melhor de tudo: padarias self-service!

Não tivemos coragem de degustar os insetos, vimos até carne de cachorro numa feira…

DSC 1172 300x225 China

Retrato de Mao na porta que leva à Cidade Proibida

DSC 1174 300x225 China

A mítica praça de Tiananmen de Pequim, a maior praça do mundo, é um dos sítios nos quais se pode sentir a História. Com 440.000 metros quadrados de extensão e 880 metros de comprimento por 500 de largura, esta praça foi concebida pelo governo comunista em 1949.

DSC 1177 300x225 China

Mausoléu de Mao na Praça Tiananmen

DSC 1181 300x225 China

Templo da Paz

O templo foi construído na mesma época da Cidade Proibida, no começo do século XV.

É um complexo de templos taoístas, usado pelas dinastias para pedir proteção aos céus para o seu povo.

DSC 1209 300x225 China

Nos parques é comum ver idosos dançando e praticando esportes.DSC 1202 300x225 China DSC 1211 1 187x300 China

Parque Olímpico. Ninho do Pássaro.

DSC 1220 300x225 China DSC 1239 300x225 China

A Muralha da China é uma das maiores construções do homem. Estima-se que 1,2 milhões de homens trabalharam nesta obra durante centenas e anos. Sua função principal era proteger o império chinês de invasões inimigas.

Chegamos lá da forma mais barata: de ônibus. São dois, um do centro de Beijing até Deshengmen e outro de lá até Badaling. As filas são GIGANTESCAS. Badaling, é o trecho mais turístico da muralha, ou seja, o mais lotado de gente!

DSC 1237 300x225 China

DSC 1249 300x225 China

 

Shanghai

Chegamos em Shanghai de trem, foi uma noite de viagem mal dormida em uma cabine para 4 pessoas, mas haviam 6.

A maior cidade da China, com 24 milhões de habitantes. Está localizada na foz do famoso Rio Yangtze, no qual foi construída a maior hidrelétrica do mundo.

Misturando modernidade e história, divide-se em duas grandes regiões:

O lado oeste, chamado Bund, representa a antiga Shanghai, onde ficam os pontos históricos e edifícios coloniais, e o leste, onde está Pudong, a área nova e centro financeiro da cidade, com a famosa Torre Pérola Oriental ou Torre Pérola do Oriente.

Nesta região é comum golpistas abordarem os turistas com o famoso “golpe do chá”, e não é  que tentaram com a gente?!

DSC 1256 300x225 China DSC 1258 300x225 China DSC 1262 300x225 China DSC 1287 300x225 China DSC 1282 300x225 China DSC 1269 300x225 China

Barco para atravessar o Rio Huangpu e chegar a região de Pudong

DSC 1272 300x225 China

Torre Pérola Oriental ou Torre Pérola do Oriente

DSC 1276 300x225 China

Shanghai Science and Technology Museum

DSC 1291 300x225 China DSC 1312 300x225 China

Por favor, não brinque na piscina!

Nanning

Precisávamos chegar em Nanning para pegar nossos vistos vietnamitas. Lemos muitas coisas terríveis a respeito da terceira classe dos trens chineses, porém encontramos coisa pior, foi um verdadeiro pesadelo passar 28 horas dentro daquele trem horrível. Superlotação, pessoas dormindo em pé, banheiros interditados, poltronas duras que não reclinam e pra piorar fumar é permitido! Chegamos a estação de Nanning com as pernas muito inchadas, sem voz, dor de cabeça e muita tosse. Que saudade da bicicleta!

Para compensar, nosso hostel era bem confortável e limpo.

O pessoal nos ajudou com um bilhete escrito em chinês para que pudéssemos encontrar o consulado vietnamita.

A emissão do visto para o Vietnam foi muito fácil. Só preencher um formulário, pagar a taxa, entregar os passaportes e esperar. O nosso ficou pronto de um dia para o outro. Escolhemos essa opção e não a que fica pronta na hora, porque a diferença do valor era a mesma de mais uma diária no hostel, assim poderíamos aproveitar mais um último dia na China.

DSC 1317 300x225 China DSC 1318 300x225 China DSC 1319 300x225 China DSC 1320 300x225 China DSC 1321 300x225 China

DSC 1323 225x300 China

Rodoviária onde compramos as passagens para Hanói

No dia seguinte, com os vistos vietnamitas, que melhor escolha do que pegar um ônibus e seguir lentamente pela estrada entre Nanning e Hanói, enquanto apreciamos a mudança de paisagem e cultura ?

 

 

 

Compartilhe e Curta!
 China

Sobre

Romulo e Mariana são casados, amam o cicloturismo e estão dando a volta ao mundo em uma bicicleta tandem.

Outras Aventuras:


Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home/pacot547/public_html/doisnabike.com.br/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273