Ulan Ude (Rússia) a Ulan Bator (Mongólia)

Ulan Ude (Rússia) a Ulan Bator (Mongólia)

jul 28, 2014

Pela tarde deixamos a cidade russa em direção à capital da Mongólia, Ulan Bator. Estávamos felizes por sair da Rússia e um pouco apreensivos pela história do visto e essa ser uma mudança muito recente.

Fomos de segunda classe, já que o trem não possuía terceira classe. Passamos somente uma noite no trem e bem cedo chegamos na cidade. A cabine tinha 2 beliches, mas fomos sozinhos.

A mudança de país é meio tensa,  depois de horas parados na fronteira, entram policiais com cães pastores alemães, e com a cara fechada te mandam  sair para revistarem as cabines. Depois te mandam voltar e revistam as bagagens. A mesma coisa do outro lado, porém os policiais mongóis são muito mais educados, o que entrou na nossa cabine questionou sobre o visto, mas era só uma “brincadeirinha”, quase infartamos… só relaxamos depois que ele carimbou nossos passaportes.

A estação de Ulan Bator estava cheia de pessoas oferecendo hospedagem e passeios, facilidade, que saudade!

Fomos caminhando para o hostel que tínhamos reservado, era muito cedo, mas o recepcionista deixou que guardássemos nossa bagagem. Passeamos pela cidade e achamos umas padarias muito interessantes, tipo self-service, comida muito boa e barata.

DSC 0906 300x225 Ulan Ude (Rússia) a Ulan Bator (Mongólia) DSC 0909 300x225 Ulan Ude (Rússia) a Ulan Bator (Mongólia)

O controle de fronteira e as últimas paisagens russas

DSC 0910 300x225 Ulan Ude (Rússia) a Ulan Bator (Mongólia) DSC 0911 300x225 Ulan Ude (Rússia) a Ulan Bator (Mongólia)

As primeiras paisagens da Mongólia e nossa cabine no trem

DSC 0912 300x225 Ulan Ude (Rússia) a Ulan Bator (Mongólia) DSC 0914 300x225 Ulan Ude (Rússia) a Ulan Bator (Mongólia) DSC 0916 300x225 Ulan Ude (Rússia) a Ulan Bator (Mongólia)DSC 0918 300x225 Ulan Ude (Rússia) a Ulan Bator (Mongólia)

Quase metade da população do país vive aqui! 2,839 milhões de pessoas na Mongólia e 1,345 milhão em UB

DSC 0917 300x225 Ulan Ude (Rússia) a Ulan Bator (Mongólia)

Teatro Nacional Acadêmico de Ópera e Ballet

DSC 0919 300x225 Ulan Ude (Rússia) a Ulan Bator (Mongólia)DSC 0922 300x225 Ulan Ude (Rússia) a Ulan Bator (Mongólia)

Praça Sukhbaatar

   DSC 0921 300x225 Ulan Ude (Rússia) a Ulan Bator (Mongólia) 

Estátua do conquistador Genghis Khan

 DSC 0925 225x300 Ulan Ude (Rússia) a Ulan Bator (Mongólia)

DSC 0929 300x225 Ulan Ude (Rússia) a Ulan Bator (Mongólia)

Ger (casa nômade)

DSC 0930 300x225 Ulan Ude (Rússia) a Ulan Bator (Mongólia)DSC 0931 300x225 Ulan Ude (Rússia) a Ulan Bator (Mongólia)   DSC 0926 300x225 Ulan Ude (Rússia) a Ulan Bator (Mongólia) 

Mosteiro budista Gandantekchinling

DSC 0937 300x225 Ulan Ude (Rússia) a Ulan Bator (Mongólia)DSC 0938 300x225 Ulan Ude (Rússia) a Ulan Bator (Mongólia) DSC 0936 300x225 Ulan Ude (Rússia) a Ulan Bator (Mongólia)DSC 0939 300x225 Ulan Ude (Rússia) a Ulan Bator (Mongólia)DSC 0940 300x225 Ulan Ude (Rússia) a Ulan Bator (Mongólia)DSC 0941 300x225 Ulan Ude (Rússia) a Ulan Bator (Mongólia)DSC 0942 300x225 Ulan Ude (Rússia) a Ulan Bator (Mongólia)

Museu Central de Dinossauros da Mongólia – Fósseis encontrados no Deserto de Gobi

DSC 1117 300x225 Ulan Ude (Rússia) a Ulan Bator (Mongólia)

Emoção total: Comer arroz!

A Mongólia é o país com a menor densidade populacional, apenas 1,79 hab./km². No Brasil esse número é de 23.8 hab./km². Acredita-se que menos de 4.000 km de estrada são pavimentadas, restando assim, uns 40.000 km de estrada de terra.

Demos entrada no pedido do visto chinês, com ajuda de um casal de argentinos que conhecemos na fila na porta da embaixada chinesa, conseguimos reunir a documentação e preencher um formulário em inglês que eles nos deram, é mito o que dizem sobre o formulário ser somente em chinês.

Essa fila inicial é tensa, ali são distribuídas as senhas para entrar na embaixada, tem que chegar bem cedo, mas como já havíamos pego o formulário e a lista  documentos com a casal gente boa, não adiantava ficar ali sem a documentação pronta.

Os seguintes documentos são pedidos:

  • Passaporte com 6 meses de validade restantes e ao menos uma página branca disponível
  • Formulário de pedido de visto
  • Foto de passaporte
  • Reserva das passagens entrada e saída da China
  • Reserva hotel
  • Cópia do extrato bancário
  • Cópia do seguro viagem
  • Itinerário dia por dia, incluindo hospedagem

Arranjamos tudo, compramos as passagens de trem para Beijing, tiramos fotos, fizemos reservas (canceláveis e reembolsáveis, claro), copiamos tudo e no dia seguinte voltamos lá para entregar e pagar.

O valor varia, dependendo da pressa em pegar o visto, solicitamos o mais barato, que demora 4 dias, mas no final, só retiramos com uma semana, depois que voltamos de Karakorim.

Compartilhe e Curta!
 Ulan Ude (Rússia) a Ulan Bator (Mongólia)

Sobre

Romulo e Mariana são casados, amam o cicloturismo e estão dando a volta ao mundo em uma bicicleta tandem.

Outras Aventuras:


Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home/pacot547/public_html/doisnabike.com.br/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273